Deixe-se veranizar…

Você está correndo tanto tempo atrás dele que chamou atenção da confederação brasileira de atletismo. Eles estão boquiabertos com teu desempenho. Teu nome começa a ser cogitado para as olimpíadas do Rio, em 2016. Tua resistência impressiona os treinadores e dá inveja aos quenianos.

Confesso que também estou boquiaberto, não com teu desempenho, mas com tua cegueira sentimental. Tuas amigas, teu primo safado do interior, até a tia da feirinha já tentou abrir teu olhos de que ele não é o cara certo pra você, que não se importa com os teus sentimentos e mesmo assim você segue correndo atrás de quem já deixou claro que não te quer.

Está mais fácil o sertão virar mar do que ele correr para teus braços. Quer saber o por quê? Porque ele sabe que a tens. Ele olha para trás e lá está você, sorrindo, esperando que ele te convide para finalmente correr ao lado dele. Esse convite não chegará. Não agora. A mudança vai ocorrer no exato momento em que você desencanar dessa maratona. Quando ele olhar para trás e não te ver. Então ele correrá atrás de ti. Aquela velha historia de valorizar quando perder, não adianta, é da natureza dos homens não enxergar o que esta diante de seus olhos.

Hoje a relação de vocês parece àquela brincadeira de policia e ladrão. Ele foge e tu tentas captura-lo. Você realmente quer firmar compromisso com alguém que foge de ti como o diabo foge da cruz? É isso mesmo? Se sim, boa sorte. Mas deixo o aviso que não é bem assim que funciona o mundo dos relacionamentos. Por mais algemas que tu tenhas, nenhuma vai servir para prendê-lo a ti. Dar voz de prisão e torna-lo prisioneiro em teu coração não tornará você o amor da vida dele. Cedo ou tarde ele vai bolar um plano pra fugir. Amar é ter o direito de ir e vir e escolher ficar.

Deixe que ele se vá. Deixe-se veranizar. Sabe essas chuvas de verão que chegam inesperadamente e nos pegam desprevenidos? Ele foi uma dessas. Ensopou tua alma de angústia e bagunçou teu coração. Te colocou fora de prumo. Mas, quer saber do melhor? Assim como a chuva cai e vai embora, ele também irá. Tão rápido quanto chegou. E junto dele levará toda dor que te causou. Então pare de caçar nuvens passageiras e siga teu caminho. Deixe que ele saia de mansinho.

Tuas amigas, teu primo safado do interior, a tia da feirinha e eu estamos na arquibancada dessa maratona esperando o dia em que tu caia em si e mude a direção da tua corrida. A felicidade aponta para o outro lado. Quando esse dia chegar estaremos aqui, te consolando com aquele clássico “vai ficar tudo bem”. Não se sinta uma besta quadrada por perder tanto tempo com ele, acontece. Veja pelo lado positivo: esse tempo correndo atrás dele serviu para perder aqueles quilinhos indesejados. Te olha no espelho e veja a mulher incrível que ele perdeu. E, quando ele voltar, tenha certeza que voltará, deixe que ele corra atrás de ti.