Defeitos…

Desde à muito tempo que ando para tentar escrever, mas os meus defeitos levam sempre à melhor, ser preguiçoso é um deles, ser um leão sem coragem é outro.

Tenho medo de escrever sobre mim é verdade, tenho preguiça, de escrever, sabe-se lá mais o que mas se estou aqui a fazê-lo estou a contradizer-me, possivelmente, pensem naquilo que perdem ao não enfrentarem os vossos medos, pensem aquilo que perdem em dizer “isso dá muito trabalho” ou “sou preguiçoso demais”.

Nunca desperdicem um momento da vossa vida, aproveitem cada segundo, vivam cada minuto, o tempo não para e a morte é certa, nunca sabemos quando ela chega ou quem ataca.

Usem a cabeça para pensar do que seria a vossa vida sem a pessoa que mais amam, acordem para a vida usem o tempo que têm dela para saborear  e ter boas recordações daqueles que mais amam.

Não deixem para trás uma oportunidade única, pensem em tudo aquilo que podem fazer se acordarem 10 minutos mais cedo, um dia passado com a família mais próxima, um dia passado com os amigos, fazer momentos de vida que possam ser recordados, podem ter pouco tempo para o fazer nunca saberemos o que ocorre passado 1 minuto, 1 dia , 1 ano, não sabemos o tempo que nos resta para viajar na vida, para passar a corda sem que ela se parta, para beber um copo com malta e dizer aqueles que amamos “senti a tua falta”.

Nunca deixem um momento passar ao lado por falta de coragem ou dedicação, afinal “quem ama por gosto não cansa”. Embora os defeitos que tenha que talvez possa admitir que não são poucos, mas não serão eles que me irão definir enquanto ser humano muito menos restringir-me!

PORVanessa Tusto
Partilhar é cuidar!