Dava a minha vida por ti!

Tu não sabes mas eu dava a minha vida por ti.  Sempre foste a mulher da minha vida, foste a única pessoa que amei e que AMO! O amor é o sentimento mais bonito que podemos sentir por alguém, aqueles arrepios na barriga, a ansiedade antes dos encontros, a felicidade depois dos encontros. Tu eras a minha menina, a minha princesa. Eu por ti ía até ao fim do mundo só para te fazer sorrir. Tenho a certeza que ninguém te vai amar mais do que eu te amei.

Começámos a namorar tinha eu os meus 15 anos e tu os teus 13 anos. Crescemos juntos, começamos a namorar éramos umas crianças. Lembro-me tão bem da nossa felicidade quando estávamos juntos, as brincadeiras que tínhamos, os passeios que dávamos, até depois das nossas discussões nós conseguíamos rir-nos daquilo tudo. Nunca pensei ser possível eu gostar tanto de alguém, acordava e adormecia a pensar em ti.

Lembro-me de tudo o que me dizias, dizias-me que era o homem da tua vida, que seria o pai dos teus filhos e eu ficava a imaginar esse dia, esse lindo momento que seria poder ter um filho teu, um filho nosso!

Além de teu namorado sempre fui o teu melhor amigo, nunca te falhei, fossem as horas que fossem, logo pela manhã ou de madrugada, eu estava ali para ti. Tivesses o problema que tu tivesses eu era o primeiro a dizer PRESENTE.

Quando as pessoas nos diziam ” nunca vimos um casal assim, vocês são lindos ” eu acreditava mesmo que era verdade, que era para a vida.

Tivemos as nossas divergências o que é normal, estivemos separados algum tempo mas acabávamos sempre por voltar um para o outro.

Bastava estarmos juntos e os nossos olhares tocavam-se como se não houvesse um amanhã, a nossa boca abria ligeiramente e esboçávamos um sorriso de orelha a orelha como que dizendo “estamos aqui, estamos juntos”.

Sempre nos tivemos um ao outro, fizemos promessas para a vida que infelizmente já não se vão cumprir, porque tu falhaste comigo.

Hoje escrevo para dizer que desisti, tu conheceste um rapaz e no espaço de um mês afastaste-te de mim e começaste a dar-te com ele e com os amigos dele. Começaste a não querer saber de mim. Eu afastei-me para que tu percebesses o que sentias realmente, sempre na esperança que percebesses que eu era o homem da tua vida!

Ele apareceu do nada, não sei o que falaram ou o que tiveram, mas sei que é impossível ele ter feito em 2 meses o que eu fiz por ti em 7 anos e meio ! Eu sacrificava-me por ti.

Tu sabes, eu sei, todos sabem que por ti eu fazia tudo, apenas para te ver feliz.

Estivemos estes 2 meses separados e tu sabendo que estava triste não foste capaz de vir falar comigo para saber como eu estava, sabias que ía iniciar uma nova etapa da minha vida com a entrada num novo trabalho e sabias o quanto importante era para mim e nem assim me disseste nada. Sempre me pediste que nunca me afastasse de ti, que fosse pelo menos sempre teu amigo. Ao que eu sempre te respondi, podes estar descansada que eu vou estar sempre aqui para ti e sabes porquê? Porque eu nunca iria deixar de gostar de ti, porque tinha ao meu lado a mulher da minha vida e digo tinha porque já não tenho. Tu abandonaste-me e nem sequer foste capaz de ser sincera comigo, nunca chegaste a vir ter comigo para ter uma conversa e contares-me tudo o que se passou. Sabes o que é pior nisto tudo? é que sei que já estás com ele e sei por outras pessoas que nunca te preocupaste com o meu bem-estar! Nunca te iria pedir para ficares comigo se não gostavas de mim, eu queria e quero que sejas apenas feliz, mesmo que não possa ser eu a dar-te essa felicidade, mas merecia respeito.

Estes 2 meses foram dolorosos para mim, chorei, lutei, passei noites em branco e tudo sozinho, quando precisava de ti não estavas lá e eu até hoje nunca te falhei.

Vimo-nos passado 2 meses certinhos porque fui convidado para ir ao aniversário do teu irmão e lá estavas tu, eu como pessoa educada que sou fui cumprimentar-te, mas não falamos sobre nada. Durante a festa de aniversário disseram-me para ir falar contigo, porque uma história como a nossa não poderia ficar assim, disseram-me que deveríamos ter uma conversa para ficarmos pelo menos amigos.

E o que fiz eu? no dia seguinte liguei-te , mandei-te mensagem e ignoraste-me completamente até que te enviei um texto onde pedia que ou menos me dissesses alguma coisa porque eu não merecia ser desprezado e o que eu obtive como resposta? Que por ti estava tudo bem, que por ti ficávamos bem, mas não querias reaproximações comigo.

Agora que tens outra pessoa eu não te interesso para nada. Só fiz falta enquanto gostavas de mim, agora sou tratado como lixo.

Fiquei muito mal, caiu-me tudo ao ler aquela mensagem. Eu fiz tudo para te esquecer, para conseguir ficar teu amigo, eu só queria que ficássemos amigos, afinal crescemos juntos.

Hoje tenho 23 anos e tu 21, passaram-se 7 anos e meio de namoro e muita amizade.

Hoje é o dia em que percebo que a minha princesa afinal não existe, que a minha pequenina nunca foi realmente minha.

Pergunto-me como é possível? fui o primeiro rapaz que beijaste, fui o primeiro rapaz com quem tu estiveste! Fui o teu melhor amigo durante 7 anos e meio. Não merecia um pouco mais de respeito? Só queria uma conversa por respeito a tudo o que vivemos e nem isso consegui porque tu não quiseste.

Desistir é para os fracos mas hoje eu vou ser fraco, hoje vou desistir de ti, de nós, afinal o para sempre entre nós não existe.

Que um dia percebas a pessoa que perdeste e que chegues a conclusão que eu não merecia ser tratado desta forma, afinal só queria atenção da tua parte, um pouco de carinho de uma pessoa que era muito importante para mim.

Despeço-me triste e de coração partido e que um dia possa encontrar alguém que me valorize e que seja realmente a minha menina, a minha princesa !

POR Fábio Valbom
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...