Critica à mulher actual!

Antes de mais, quero deixar bem claro que não estou a julgar ninguém.
Mas tenho lido alguns artigos, frases e visto coisas… e algo está mal na sociedade.

Vejo imensas vezes as mulheres a dizerem que os homens são todos iguais, a colocarem frases derrotistas e revoltadas nas redes sociais e os homens a dizerem “Elas são piores do que nós”. Alguma coisa não bate certo aqui, não é?

Serão eles que são todos iguais ou seremos nós mulheres?
Para começar, essa teoria de que não nos apaixonamos pelos homens que são bons para nós não passa disso mesmo: uma teoria para quem ainda não se deu bem no amor ficar de consciência limpa ao pensar que é normal. Não é. Não é, nem vai ser assim para sempre.
Como é lógico 99% de nós tem que bater vezes sem conta com a “cabeça na parede” e aprender dezenas (se não centenas) de lições para enxergar a realidade.

Mas, pergunto-vos: Será que o facto de eles só nos “quererem comer” é apenas culpa deles? Não, a culpa é tanto deles como nossa (para não dizer que é mais nossa do que deles!). Não serás tu que esperas que ele avance principalmente quando estás numa discoteca/bar com um copo amais? Será que estás a esperar encontrar a pessoa certa no sítio certo? Acham que um homem olha da mesma forma para a mesma mulher se a conhecer na noite ou por exemplo na universidade, entre amigos, etc? Não, óbvio que não.

Nós, mulheres de hoje em dia, damo-nos pouco ao respeito. A prioridade é estar “boa”, em vez estar bonita e ter classe ou elegância. É estar na moda e usar o que todas as outras mulheres usam, (meticulosamente o mesmo estilo, inclusive com as mesmas peças de roupa) em vez de nos preocuparmos em aprender e ver o que realmente nos assenta bem e o estilo que mais se adequa a cada pessoa. E agora pergunto-te, a ti, que estás a ler isto: Sabes que tipo de roupa te fica melhor? Que corte de roupa é que te faz parecer mais bonita? Sabes usar cor sem parecer que saíste do circo? Sabes, de verdade?

Agora desafio-te a ires ao teu feed do facebook e fazer scroll para baixo. Repara bem como te vão aparecer 90% das raparigas com o mesmo estilo, com peças de roupa iguais, aliás, sugiro-te que as contes enquanto fazes scroll durante 60 segundos apenas.

As raparigas de hoje em dia parecem ter sido feitas em série, que nem bonecas.
Inevitavelmente, pela forma como nos vestimos, pelo nosso jeito, pela maneira como nos comportamos passamos uma imagem para o exterior, todas concordamos certo?

Se um homem vir uma mulher com pernas, barriga e metade das mamas à mostra, achas que vai encara-la com a mesma seriedade do que uma mulher que esteja sim sexy mas com classe? Achas que uma mulher meia despida vai atrair o mesmo tipo de homens do que uma mulher que se saiba vestir, saiba estar e tenha postura? Não!

Não é quem mostra mais que seduz mais alguém. A menos que queiras que esse alguém te olhe como alguém para uma noite.

Nós procuramos o homem ideal mas não nos estamos a preocupar em ser do nível dele, desculpem que vos diga. O homem cavalheiro, inteligente, engraçado, que nos vai respeitar, etc não vai olhar para uma mulher que está meia despida, que ri à gargalhada no volume máximo sem achar a mínima graça, só para chamar a atenção e não se dá totalmente ao respeito!

Vejo vezes sem conta publicarem a frase “What’s better than one good girl that’s only bad for you?” então cumpram isso!

Caramba, nós somos MULHERES! Temos o poder de TUDO!
Portanto, Mulher, põe-te bonita, sexy, arranja-te, sabe estar, não percas o toque de mistério que tanto é admirado, usa a cabeça e age de forma inteligente, aprende a ter uma conversa sobre um tema, não percas a postura facilmente, sê uma mulher por quem valha a pena esperar/lutar! Acredita que o homem certo vai reparar em cada detalhe teu e, até se revelar, tu nem vais imaginar!

Perante um homem que só te “queira comer”, se te deres ao respeito há duas opções: ou ele te vai respeitar ou não te vai falar mais. E se insistir? Cabe-te a ti, educadamente (sem arrogância e sem dar confiança!), exigir que te respeite e, caso isso não aconteça, elimina-lo da rede social, é tão simples quanto isto e a isto chama-se ser selectiva.

No que diz respeito ao número de telemóvel, há um ano tomei uma decisão: mudei de número e apenas o dei a amigos, alguns colegas de trabalho e família. Desta forma não recebo spam, mensagens inoportunas e ninguém que eu não queira me chateia. Isto é seleccionar o mundo que nos rodeia, é tornar o nosso mundo melhor.
E agora, volto a perguntar: quem está errado? São eles ou somos nós?

Às vezes, no final de tudo isto, parece que é em vão, parece que ninguém repara e o esforço não vale a pena, mas sabes que mais? Ele vai reparar, mesmo que durante muito tempo pareça que ninguém se importa.

E não te preocupes se a tua pessoa especial não aparecer amanhã, sê paciente. Enquanto isso não acontece aproveita para cresceres enquanto pessoa, enquanto mulher. Mantém em mente, sem vacilar, que tipo de homem queres para ti, para partilhar a tua vida, para ter nas mãos grande parte da tua felicidade. Não te restrinjas a escolher a melhor das opções que tens neste momento porque isso, certamente, vai dar asneira e continua a não ser aquilo que idealizaste para ti. E não te conformes com a teoria de que não escolhes quem amas. Porque não escolhes quem amas, mas escolhes quem não amas e isso é mais do que suficiente para encontrares, no mínimo, a pessoa que mereces e sempre sonhaste. O resto é pura perda de tempo.