Crescer!

A minha mente está afónica ultimamente. Estou à espera de uma resposta que talvez não seja a que espero. Não sei o que fazer em relação a nada. A verdade é que deixei de ter tempo para pensar no dia de amanhã.

Talvez seja por isso que não lacrimejo tanto. Perdi a fé em amar por tantas vezes que abri o meu coração de mais. Não sei se isto é possível. Para mim é. Será normal? Na minha opinião, perdi a minha maximidade. Deixei de acreditar em coisas que eram importantes para mim, deixei de ter uma mente que me deixava imaginar mil e uma coisas permitindo-me navegar por entre ilusões perfeitas.

Cresci. EU CRESCI. Porquê? Eu quero voltar o tempo atrás, quero voltar acreditar em coisas malucas como fazia; quero voltar acreditar em fadas, em fantasmas, em vampiros e em lobisomens, em demónios e no Pai Natal; quero voltar o tempo atrás e ser a criança que não sabia que o mundo é uma merda cheia de pessoas más que corroem as boas; Estou a ficar sem a minha inocência.

Significa isso crescer? Será essa a consequência de me tornar adulta? Quero voltar a um cemitério e dizer que era um sitio lindo porque tinha flores bonitas e sítios para me sentar. Quero voltar a ser aquela criança transparente que sorria, que caia sempre e se levantava como se não tivesse acontecido nada. Apenas quero voltar a ser quem era.

PORVanessa Tusto
Partilhar é cuidar!