Como se fosse a primeira vez…

"Que mulher nunca sonhou com a sua primeira vez? Primeiro beijo, primeira transa, primeiro amor. Hoje em dia se tornou muito raro esse sonho de "primeira vez perfeita". Aquela noite especial, com alguém especial..."

Que mulher nunca sonhou com a sua primeira vez? Primeiro beijo, primeira tr@ns@, primeiro amor. Hoje em dia se tornou muito raro esse sonho de “primeira vez perfeita”. Aquela noite especial, com alguém especial…

Nāo sou mais virg3m, fato. Assim como a maioria das mulheres e meninas acima de 15 anos. Parece até que tr@ns@r se tornou uma obrigação da mulher moderna e independente. Nos sentimos bobas quando não sabemos nada sobre isso. Quando estamos em uma roda de amigas e elas começam a falar sobre o cara que conheceram na noite anterior e como foi incrível o s3x0 selvagem com ele. Mas espera aí, e aquele papo de se guardar para alguém especial?

Não vou ser hipócrita, não me arrependo de ter perdido a v1rg1nd@de cedo. Me arrependo sim de não ter dado o devido valor que isso merecia. Ter esperado a pessoa certa, estar realmente preparada, não ter feito apenas para não ficar sem assunto na minha roda de amigas.

Então eu tive um fetiche. Tenho um namorado e ele é realmente muito gato e super fofo comigo. Mas as vezes ele é meio ninfom@ní@co. Não que eu não seja, ou que eu não goste. O fato é que quando isso SEMPRE acontece, incomoda um pouco. Mulheres que têm namorados me entenderāo: Ou eles são uns pamonhas que não tomam atitude nenhuma e parecem não sentir t3são, ou são simplesmente loucos compulsivos que ficam nos exibindo sua masculinidade como macho alfas de uma alcateia de lobos.

Uma vez só, queria ser v1rg3m. Para que então o meu amor me pegasse com carinho (não que ela não seja carinhoso). Me segurasse com aquela força que é segura mas não machuca, ma deitasse na cama com cuidado, falasse baixinho no meu ouvido para eu ficar tranquila. Então ele poderia me acariciar com cuidado e me olhar como se eu fosse uma jóia rara. Com calma tirar a minha roupa e descer com suas mãos pelo meu corpo, respirando devagar. Sem aquelas cenas em que as roupas são arrancadas com selvageria. Uma vez só, queria não ter que estimular o meu amor, apenas que ele fizesse tudo com cuidado. Como se fosse a primeira vez.

Acontece que quando se tem um namorado, ele espera que estimulemos ele. Tem hora certa para fazer ou não fazer amor. Tem momento. Estresse, sono e brigas se tornam mais importantes do que sentir t3são. E se você estiver no meio de uma briga comigo e quiser acabar com ela, me segura forte e me beija. Me joga na cama, no sofá, vem por cima de mim e me ama. Prometo que tudo de ruim acaba.

Fetiches são importantes, amor é importante. Seu namorado pode ser seu amante, marido, peguete e amigo colorido. Deve ser tudo. Porque podemos encontrar tudo o que precisamos na mesma pessoa quando é amor…

PORMarina Rathke
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...