Como eu queria que saísses da minha cabeça…

Penso em ti,  de dia e de noite,  distraída ou concentrada,  de pé no comboio a caminho do trabalho e até mesmo sentada,  na esplanada do café entre amigos.

Penso em ti quando olho pela janela e está a chover,  penso em ti quando oiço aquela música,  quando oiço qualquer uma…  Porque todas dizem algo que me lembra de ti.

Penso em ti quando estou sozinha e penso em ti quando estou rodeada de gente.

Procuro o teu sorriso na boca de outros na esperança que compense o facto de não ser o motivo do teu.

Procuro-te no meio da multidão para ver se olhas para mim. E quando te vejo,  quando me olhas,  finjo que me és indiferente. Porque eu sou assim…

Penso em ti a toda a hora,  penso em nós mesmo não existindo um nós.

Quem me dera que pensasses em mim assim,  ou quem me dera que saísses da minha cabeça.

PORSandra Abreu
Partilhar é cuidar!