Começaste por ser um amigo, tornaste-te numa paixão!

Como é estranho, tantos anos de amizade colorida, tantos anos de entrega e partilha, de cumplicidade, nada nos afetava nem era obstáculo para fazermos juntos o que quer que seja, uma relação sem complicações, sem stresses, sem ciúmes, sem filmes, dramas e perseguições.

Mas por mais que pense não sei como depois de tantos anos alguma coisa mudou, alguma coisa em mim ficou mais forte, a minha vontade de estar contigo é cada vez maior, tornaste te como que um vício para mim, para o meu corpo, para a minha mente, chego a pensar que preciso de ajuda, nunca me aconteceu antes confesso, será doença, ou qualquer coisa que, ouço falar por ai, chamada de amor, palavra tão pequena, para o significado que lhe dão. Não sei se é verdade, mas dizem que cura ‘males’, é estranho porque eu acho que em vez de me estar a fazer bem, está a fazer-me sentir estranha, como se não me conhece-se.

Quando me mandas mensagens o meu coração acelera, o sorriso aparece, as pernas ficam bambas, e quando te vejo?! Um despertar de emoções que nem sei explicar, coisa louca esta, nunca antes pronunciada por mim, sinto que estou a aprender algo novo… Como as crianças aprendem a ler e a contar.

Desconheço tal sentimento, aquelas borboletas que me aparecem no estômago quando estou perto de ti, ou a falta de ar que tenho quando passas a tua mão pela minha nuca, nunca senti antes. Será possível isso?!

Temos algo bonito, é amizade, sinceridade, companheirismo, cumplicidade, lealdade, tantas brincadeiras, tanto prazer, entrega, mas acima de tudo, respeito! Sempre me senti segura do teu lado, a tua companhia faz-me tão bem e às vezes é por tão pouco tempo, será amor? Talvez!

Quando te conheci tinhas uma carinha de criança, eras realmente engraçado, se calhar foi por isso que me encantei por ti, eras uma ‘criança’ engraçada. Mas e agora? Agora?! Agora vejo um Homem, um Homem que luta pelo que quer, que não se deixa abalar, segue sempre de cabeça erguida, sempre com um sorriso na cara, e que sorriso lindo. Tornaste-te em alguém pelo qual sinto um enorme orgulho!

Talvez seja mesmo amor! Fui ao dicionário, tanta coisa que lá estava escrita inclusive ‘Sentimento que induz a aproximar, a proteger ou a conservar a pessoa pela qual se sente afeição ou atracção; grande afeição ou afinidade forte por outra pessoa…’, sinceramente, acho que quem escreveu o dicionário não percebe nada disto!

O amor algo bem forte, que por mais que tentemos descrever, nunca será o suficiente!
Para ti!
Meu amor colorido!