Chase, O Menino Com Cancro Que Foi “Vítima” De Um Gesto Maravilhoso!

Chase é um menino de dois anos que foi diagnosticado com um raro tipo de cancro no cérebro chamado CPC. Depois de várias cirurgias, seis meses de quimioterapia e dois meses de radioterapia, quando parecia que tudo estava a voltar à normalidade, eis que surge um novo tumor, tornando a vida desta família bem difícil.

Apesar de tudo, Chase não perdeu a sua força de vontade e o seu humor, continuando a ser o menino divertido e carinhoso que sempre foi.

Quando a mãe, Angel, levou Chase e a sua irmã a uma loja da Apple em Tucson, Arizona, aconteceu algo que Angel nunca mais vai esquecer.

Enquanto Chase fazia os trabalhos de casa numa das mesas da loja, Angel conversava com um dos sócios da loja e durante a conversa, reparou que uma das funcionárias se encontrava a conversar com Chase. Minutos depois, o gerente da loja veio ter com Angel e pediu para falar com ela. Pensando que alguns dos seus filhos poderia ter feito algo de mal, Angel ficou um pouco receosa, mas logo se apercebeu que algo se passara, pois notou que a funcionária que tinha estado a falar com Chase tinha estado a chorar.

O gerente disse-lhe que Vicky, a funcionária, disse que tinha estado a falar com Chase e perguntou-lhe o que ele estava a fazer, ao que ele respondeu: “Oh I am working on my homework. I am in 1st grade and I should be in second grade but I was in the hospital for a year because I have brain cancer and I really want to make sure I make it to second grade next year.” (Oh, eu estou a fazer o meu trabalho de casa. Estou no primeiro ano quando devia estar no segundo, mas eu tive no hospital durante um ano porque tive cancro no cérebro e eu quero certificar-me de que passo para o segundo ano este ano.”). Jason, o gerente, disse-lhe que era por este tipo de histórias que adora o seu trabalho porque gosta de fazer a diferença e perguntou-lhe se podia oferecer algo a Chase, ao que Angel respondeu que sim, ainda em choque. Desta forma, Jason entregou um iPod Nano a Vicky para ela dar a Chase. Este agradeceu muito tímido.

O que eles não sabiam era que ao oferecerem um iPod Nano a Chase, estariam a fazê-lo mais feliz do que imaginavam, pois Chase é obcecado com as horas. É uma das maneiras de ele lidar com a ansiedade que tem da sua “vida de hospital”, e além disso, adora música, por isso agora passa a vida a ver as horas no iPod Nano e a cantar “We Will Rock You”.

Esta é mais uma prova de que pequenas acções são o suficiente para provocarem um enorme impacto positivo na vida de alguém.

Partilhar é cuidar!