Carta para o retardado que deixou a minha amiga.

Meu querido paspalho, que fique claro que és um parvo, quem é o rapaz que deixa alguém como ela escapar? És um burro por teres permitido que ela se fosse, e ainda mais burro por teres magoado alguém tão dócil quanto ela, e nem sequer um pedido de desculpa teres para dar. Não merecias a rapariga que tinhas a teu lado, se apenas lhe desses valor…

Mas não deste, tal como qualquer outro retardado cujo ego é maior que o amor que tem para dar. E a parte mais insensata é que cheguei a acreditar que realmente a amavas e que de alguma forma ainda a farias feliz. Rapaz, eu coloquei esperança em ti!

Não sabias o poder que tinhas, e como sempre ouvi dizer, quem não dá valor acaba por perder, e jamais encontrarás alguém como ela. Ela sorria só de ouvir o teu nome, desculpa dizer-te, mas perdeste quem poderia ser a mulher da tua vida.

E por muito que me custe dizer, obrigado por seres um burro e lhe teres virado as costas dessa forma, pode ter magoado, e eu sei que magoou, pois eu ao contrário de ti, estive sempre lá para ela quando ela precisou. Agora só não espero que te surpreendas quando a vires na rua com alguém que realmente aprecie o seu amor, tal e qual como tu nunca foste capaz de apreciar.

Sei que estás arrependido, durante meses que ela não soube de ti, não foste sequer capaz de passar para ver como ela estava, nem cinco minuto do teu tempo lhe disponibilizaste para te puderes desculpar. Mas hoje é o dia em que não passas de mais um contacto.

Perdeste-a, e por muito que queira dizer-te que vale a pena lutar, só cabe a ela dizer-te isso, que ainda há esperança para vós.

E então rapaz, diz-me, quem te mandou a ti ser tão burro?

PORRachel Stefan
Partilhar é cuidar!

RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...