Carta para alguém que vou esquecer!

Esquecer-me é fácil, fui só mais uma iludida no meio de outras tantas, no meio de outras tantas que também achavam que o “para sempre” contigo era real, outras tantas que magoaste e a quem partiste o coração.

Esquecer-me é fácil, mas esquecer-te não, és intenso de mais para ser esquecido. Mas as outras conseguiram fazê-lo por isso eu também vou conseguir.

Sempre ouvi dizer que as boas pessoas esquecem amores mais dificilmente, será isto um sinal de que tu eras maus para mim por me teres esquecido assim? Ou que eu sou boa demais para ti por ainda não te ter esquecido? Não sei e nem quero saber. Só quero esquecer tudo o que passámos, quem tu és e o que me disseste, é assim tão difícil? Parece tão fácil esquecer alguém, mas quando tentamos fazê-lo a tarefa parece ficar mais complicada.

Esquecer-me é fácil quando se tem mais centenas de raparigas à espera de uma oportunidade. Mas muito sinceramente, espero que essas raparigas acordem e percebam quem tu és antes que fiquem quebradas como eu fiquei graças a ti.

Não costumo desejar mal às pessoas e não vou abrir exceção para alguém como tu, mas fica sabendo: merecias apaixonar-te e levar com toda a dor que causaste a todas as raparigas com quem estiveste.

Espero que percebas o que consegues ao magoá-la. Tu muda-la, usa-la e ainda te achas o maior por isso, mas fazes-nos ficar mais fortes e mais inteligentes para nos afastarmos de idiotas como tu. Depois do que me fizeste disseram-me que fiquei mais fria e insensível.

Talvez até seja verdade, mas tu fizeste com que eu me sentisse desprotegida tendo como resultado essa minha “frieza”.

Sofri por ti, é verdade, todas as que já cometeram o erro de se apaixonarem por ti sofreram, mas sabes? Estamos todas aqui, vivas, para ajudar as tuas próximas “vítimas” quando também caírem nas tuas mãos como nós caímos e também para fazer com que isso não aconteça com muitas mais.

Mas não leves isto a mal, não queremos dar-te cabo da vida! Queremos que aprendas a dar o devido valor às mulheres e que percebas que não somos objetos e temos muitas mais poder do que podes pensar.

Para acabar, não te ter esquecido não quer dizer que ainda sinta alguma coisa, quer dizer que fizeste asneira a mais e que muito provavelmente vou ficar marcada por ti graças às tuas grandes asneiras.

Sem mais demoras:

Outra que te vai esquecer!

PORLaura Costa
Partilhar é cuidar!