Carta Para A Minha Melhor Amiga!

Sei que não sou a típica melhor amiga. Que tomo decisões erradas, que não ando com as melhores companhias. Que não tenho sempre as melhores atitudes. Que às vezes consigo ser uma parva e que outras perco a noção da realidade.

Sei que já fiz muita coisa mal, que já perdi várias oportunidades para seguir com a minha vida. Sei que estou longe de ser alguém em que confies. E sei até que por vezes deixo muito a desejar. Que digo que não quando devo de dizer que sim, e vice versa.

Por isso, antes de mais, devo-te um pedido de desculpas. Por esta altura já deveria de saber que não é apenas uma pulseira que faz de nós melhores amigas. Devia de dar mais, ouvir-te mais, ajudar-te mais. Estar lá para ti. Sei que fui uma burra em não perceber que só estavas a olhar por mim, a cuidar de mim. Fui bruta contigo, rude sem razão. Não merecias.

Já devias de andar a prever que algo mau estava para acontecer, e eu deixei me andar. Não te dei ouvidos.

Sou irresponsável, e por vezes até egoísta. E sei que não é fácil lidar com alguém como eu.

Nunca achei que as minhas atitudes fossem tão relevantes para ti. Nunca achei que não partilhar certas coisas te iria magoar tanto. No fundo só querias poder ajudar-me e eu fechei a porta e deixei-te do lado de fora.

Sei que pedir desculpa não vai mudar muito, e sei que este meu egoísmo te afetou e que se calhar dizer te que não estou habituada a ter alguém a preocupar se tanto comigo não te diz nada.

Por esta altura já deveria de saber que és para valer, que estás comigo porque queres e não por pena, já deveria de saber que queres ajudar-me e que estás do meu lado.

PORRachel Stefan
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...