Carta para a minha sobrinha!

Minha princesinha,

Escrevo-te esta carta com todo o amor do mundo.

Ainda és pequenina, mas os anos passam a correr e logo, logo, te tornarás uma mulher.

Sei que não poderei proteger-te de tudo e terás de cair muitas vezes sozinha para cresceres cada vez mais forte.

Sei que o mundo lá fora é horrível e assustador, precisei enfrentar muitos monstros para conseguir hoje estar aqui a escrever-te esta carta.

Sei que não estarei aqui para sempre mas ainda temos um longo caminho para trilhar de maos dadas.

Quero que saibas que a vida nem sempre será cor de rosa como no teu filme preferido, Frozen.

Quero que saibas que nem todo aquele que aparenta bondade a traz consigo no coração.

Quero que saibas que vivemos num mundo em que é cada um por si, tornamos-nos cada vez mais selvagens, vivemos regidos pelas leis da selva e há-que ser forte para sobreviver a todas as adversidades impostas pela vida.

Quero dizer-te que um dia terás o teu primeiro amor e muitas vezes o teu pequenino e frágil coraçao irá quebrar-se, quando esse dia chegar estarei aqui ao teu lado, para abraçar-te e fazer-te acreditar de novo no “felizes para sempre”, porque ele existe, só requer que tenhamos muita paciência para o encontrar.

Quero que saibas que um dia alguém entrará na tua vida e da mesma forma que o teu coraçao está partido se irá recompor. Tiveste o teu primeiro amor, mas depois o teu melhor amor chegará. O primeiro é o maior, mas o segundo é o melhor, ensinou-me a tua avó.

Quero que saibas que um dia não poderei estar mais aqui e não terás os meus braços a segurar-te e a acalmar as tuas dores, mas sempre poderás olhar para as estrelas, eu estarei lá. Serei a mais brilhante.

Nunca te deixarei porque o amor verdadeiro é para sempre e o para sempre é para além da vida.

Amo-te Sofia.

PORLetícia Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...