Carpe Diem!

Simplesmente vem e vive, vive cada momento como se fosse o último que percorres este caminho que à tanto saciavas…estas linhas desenhadas a carvão, com sombras de desejo e cantos de prazer.

Vem sem medo, hoje nesta noite com mil sensações, vem porque nada te garante que não seja a última. Deixei-te chegar perto, deixei-te descobrires às cegas, com o tacto…então aproveita, porque eu sou uma constante mudança.

Vem virar o meu mundo do avesso, apenas pelas luas que eu estiver disposta a viver, pois quando o sol nascer irei guardar-te num cantinho muito especial, lembrarei o melhor daquelas luas.

Sou um vai e vem, sou desapego, sou prazer, sou sorrisos, sou saudade, sou humor…Sou hoje despida de medos, mas já não serei o amanhã .

PORAna Almeida
Partilhar é cuidar!

RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...