Cama de casal

Uma cama tão grande para só uma pessoa e tu não estás aqui. Uma cama tão vazia, requerendo duas respirações e tu não estás aqui.

Uma noite tão escura e sombria e esta cama só comigo. Uns lençóis tão pouco gastos e um lugar à tua espera. Queres ficar de que lado, do direito ou do esquerdo? Só gostava de poder dizer que estás aqui. Tens calor ou estás bem assim? Continuo sem te ver. Ficávamos tão bem os dois nestas quatro paredes brancas, cheias de nada, tão vazias quanto o lugar ao meu lado à tua espera. Ando sempre à tua espera, nem sei se é bom ou mau. Posso pôr a cabeça no teu peito ou encostas tu a tua no meu? Preferes dormir em conchinha ou desta vez não? Às vezes dormes e eu faço-te uma festa na cara, no cabelo também. Olho só para confirmar que não foste embora.

Esta noite continua sombria e eu continuo sozinha. Vejo o lugar desocupado na cama e desejo com toda a força ter-te aqui. Desejo do fundo do coração poder estar nos teus braços, sentir o calor do teu abraço, o teu tronco junto ao meu. Torno a verificar e não te vejo, a noite segue triste e a minha alma a querer-te profundamente. Os minutos vão passando e eu vou desistindo. É ilusão bateres à porta deste quarto e pedires para entrar, e ficar. Está cá o meu corpo, mas não estou eu inteira, porque se tu não estás, parte de mim também fica dormente. Hei de adormecer por umas horas e quando acordar não estarás aqui, mas a cama é tão grande só para mim! Uma cama com tanto espaço e tu não estás aqui. Uma cama feita para dois e tu não estás aqui.

Hoje já não durmo nessa cama mas noutra ainda maior, queres ser meu convidado? Esta ainda é mais espaçosa, se preferires nem nos tocamos. Uma cama de rei e rainha e nós os dois separados. Uma cama de casal que sabe que este existe mas que finge não saber. Anoiteceu outra vez, já aqui estiveste mas desapareceste. Esta cama é tão grande e eu habituada a uma cama de um só corpo, não não lhe chamo de solteira. Uma cama tão grande, desfeita só por mim.

Tens razão, a tua é e será sempre melhor.

PORMarta, Alentejo
Partilhar é cuidar!