Beijar O Teu Cão Não Só É Nojento, Como Te Pode Deixar Muito Doente!!

A maior parte dos donos de cães não resiste a uma bela beijoca do seu “mais-que-tudo” de quatro patas, mas além de ser um pouco nojento, uma vez que os cães andam sempre com o focinho em tudo (mesmo que seja porcaria), isso pode provocar problemas de saúde bem graves e uma mulher inglesa descobriu isso da pior forma, tendo terminado nos cuidados intensivos durante várias semanas com insuficiência de múltiplos órgãos após ter contraído uma infecção através da saliva do seu galgo italiano.

Tudo começou quando um familiar, ao falar ao telefone com a mulher, se apercebeu de que ela estava a começar a falar de uma forma “arrastada”, tendo chamado logo de imediato uma ambulância. Quando os paramédicos chegaram já encontraram a mulher a perder a consciência deitada na poltrona. Assim que chegou ao hospital, ela recuperou a consciência e a sua condição melhorou. Negava outros sintomas, além de uma forte dor de cabeça na noite anterior.

Depois de quatro dias internada o seu estado de saúde voltou a decair novamente e ela começou a sofrer de confusão, dores de cabeça, diarreia, febre alta, e os seus rins começaram a falhar. Ela passou a sofrer de insuficiência hepática e insuficiência respiratória, tendo sido transferida para a UTI quando ficou claro que ela estava a sofrer de sepse grave, mais conhecida como envenenamento do sangue.

Vê também: Faz Este Teste Simples E Descobre Se Tens Alguma Doença!!

As análises ao sangue mostraram a presença de uma infecção de bactérias canimorsus Capnocytophaga. Embora rara, esta bactéria é encontrada na boca dos cães e gatos. Como a mulher não mostrou marcas de mordeduras ou arranhões, levando os médicos a acreditar que a transmissão foi através de um pingo de saliva do seu galgo italiano.

Embora seja importante salientar que a senhora já se encontrava na casa dos setenta, ela não tinha disfunção imune subjacente e acabou por ter de passar duas semanas em tratamento intensivo, até que a sua infecção foi tratada através de antibióticos.

Partilhar é cuidar!