Bastou um deslize…

Bastou um deslize não muito grande para tudo acabar, um deslize que a tirou do meu doce embalar e a despertou da melodia que a fazia adormecer.

O meu maior erro foi não ter dado valor à pessoa que mais amei na vida. Brinquei de Don Juan e agora brinco com as mágoas, com o sofrimento e com a dor.

Construí o meu castelo de legos com base em desculpas e omissões, quando o vento soprou na minha direção a minha coroa caiu, deixei de ser o seu príncipe de sonho e ela passou a andar à deriva no mar das suas próprias lágrimas.

Chega de conjugar os tempos verbais no passado! Agora ela tem um futuro diferente à sua frente, um futuro do qual outro já ocupou o lugar. Não a culpo pela rapidez que deixou alguém entrar para a sua vida, ela apenas queria alguém que a compreendesse e que a fizesse feliz.

Não escrevo isto para o amor da minha vida, escrevo para o Homem que cuida do amor da minha vida. Por muito que tente eu não te odeio por completo e nunca serei teu amigo pela metade, porque na verdade sou o único que pede para a fazeres feliz.

Não te fartes das infantilidades dela nem da excessiva necessidade de atenção que ela precisa, ela não é fútil nem mimada. É alguém que precisa de amor e de alguém que lhe diga isso vezes sem conta. Por isso diz-lhe 24 vezes por dia, 365 vezes por ano, mas nunca te canses de lhe dizer o quanto a amas.

Vão haver dias que vais acordar e ver os seus olhos cor de chocolate a apreciar cada traço do teu rosto, os seus lábios carnudos a pedir que a beijes. Não sei se já reparaste mas contra ela nunca vais conseguir disputar o bilhete de cinema para guardar de recordação, sim isso mesmo, ela tem cada bilhete de cinema, cada bilhete de autocarro guardado e cada um tem uma história associada. Há quem guarde camisolas enquanto ela simplesmente guarda bilhetes, é isso que a torna especial: o facto de guardar papéis que para muitos são apenas lixo.

Toma atenção com o que lhe dizes, ela pode fazer de conta que não ouve, pode até não comentar, mas isso vai ficar guardado nela. Trata-a com uma rainha. Leva-a a passear e não tenhas vergonha de colher uma flor silvestre no meio do campo, porque ela não liga se as flores são compradas, ela gosta sim de ser surpreendida.

Pula, salta, chora, grita, faz trinta por uma linha, escreve certo em linhas tortas mas nunca a faças sofrer como eu fiz, sê o Romeu que ela procura e não o galanteador que sempre fui. Sê original e não te limites a viver as regras, quebra rótulos e faz para seres o perfume que ela mais deseja.

Quero que saibas que cada vez que lhe digo um “olá” eu quero dizer “eu amo-te”. Na minha mente sempre que me despeço dela na verdade digo “por favor volta para mim”.

Ela odeia as rotinas por isso deixa-a voar com um passarinho, deixa-a recolher todas as pétalas para formar a rosa do vosso amor.

Hoje tens a teu lado aquilo que outrora foi a minha felicidade, sê esperto e não deixes que ela seja a felicidade de outro. O amor ou é bom ou é mau, para o amor não existe meio-termo.

Aproveita todo o amor dela.

PORCarlos Vieira
Partilhar é cuidar!