Basta. Hoje é o dia!

Não tenho nada comigo. Apenas a roupa que trago no corpo. Basta. Estou cansada de gritos, de olhos negros e de palavras que doem. Hoje é o dia.

Saí de casa sem que ele desse por mim. Ganhei coragem e saí. Não aguentava mais. Fi-lo por mim. Fi-lo por temer pela minha vida. Não é que eu tenha medo da morte – o que temos de mais certo? – mas por não querer morrer nos braços de um homem que passou toda uma vida a desgraçar a minha. Basta. Estou cansada.

Não tenho nada comigo. Apenas a roupa que trago no corpo. Não sei que rumo tomar, mas sinto-me tão mais livre e leve que estou capaz de deixar sair a raiva e tristeza que a minha alma emana. Chorar aquilo que durante uma vida fui obrigada a guardar, por medo. Na verdade, ainda o tenho. Ainda ontem estava fechada naquela casa que, apesar de minha, era uma autêntica prisão. E hoje ainda tenho marcas do dia de ontem. E dos outros dias. E as de toda uma vida, cravadas no peito.

Basta. Tantas mulheres espalhadas pelo mundo a sofrer horrores dentro das suas próprias casas. Mulheres totalmente dependentes das bestas que, um dia, pensaram ser o homem que as protegeria de qualquer coisa. Dependentes das bestas dos maridos que, todos os dias, as tratam como se fossem lixo e as ofendem com palavras que deixam feridas incuráveis. Que as bofeteiam. Que as violam. Que as maltratam, seja de que maneira for.

Ontem, também eu era essa mulher dependente dessas bestas a quem chamamos, erradamente, de seres humanos. Hoje, posso não ter nada comigo, mas esta liberdade dá-me força. Hoje, decidi ser feliz. Decidi ser a mulher da minha vida. Decidi lutar por uma vida digna. E lutarei enquanto o meu coração bater.

Basta. Vai à luta. Não te martirizes nem te culpes. Não tentes compreender e, muito menos, aceitar. Por favor, não te escondas. Procura ajuda, conta a tua história, bate o pé! Age hoje, age agora! Amanhã pode ser tarde.

Tu podes ser o que tu quiseres. Hoje, sou mais eu. E amanhã, vou ser ainda melhor do que algum dia fui. Tenho esperança. E posso não ter mais nada comigo, mas a felicidade que me espera, é o que preciso para não desistir.

Basta. Não percas mais tempo a perder-te. Luta por ti.


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...