Até um dia meu amor…

Andei este tempo todo como anestesiada. Descobri-te a ti meu amor por acaso. Ou será que o acaso é que me fez descobrir-te? Não interessa.O que me importa saber é que tu existes, apesar de estares distante estas sempre comigo.

Falo de um amor virtual….(virtual) que palavra feia. Se existes, e eu também, se eu sinto e tu também é real. O que uma simples foto pode transmitir que nem sequer era a tua própria foto.

Mas que parecia que chamava por mim. Desde esse dia desejei te. Que poder é esse que tu tens? Que homem misterioso és tu? Não te toco, não te vejo. Mas não me sais da cabeça. Até as tuas simples palavras mexeram com as minhas emoções.

Chorei, Ri, emocionei me….muito contigo. Estou aqui pensando em ti. O que estarás a fazer? Com quem estarás? Serás feliz? Tantas perguntas que te gostaria fazer. E não faço porque? Não estás aqui como eu desejo.

Fazer-te perguntas e não ouvir a tua voz é como um dia de sol mas não sentir calor. Só quero que saibas meu amor, contigo acordei para a vida. Não perdi a esperança de sentir o teu perfume, de te abraçar, de te beijar. Simplesmente um desejo: Ser feliz ao teu lado. Mas peço-te vai sendo feliz sem mim. Até um dia meu amor, espero que seja breve.


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...