As saudades que tenho de mim!

É incrível o tempo que passa e o que ele deixa passar, é incrível como tudo vai embora para nunca mais voltar.

Tenho saudades de mim, de quanto eu gostava da vida, é uma saudade sem fim, parece que nem foi vivida.

Tenho saudades daqueles que partiram cedo demais e que só deixaram no peito uma dor que aperta de mais.

Tenho saudades dos sorrisos leves mas com peso de doçura, aquele raiar do dia que transmitia ternura.

Tenho saudades da menina que corria descalça na rua, uma menina sem medo e que no tempo perdura.

É incrível o que o tempo rouba se não o soubermos viver, é incrível o que o tempo tira para nunca mais devolver.

Tenho saudade da ingenuidade que meu coração carregava, a leveza da idade que de nós é arrancada.

Tenho saudade do tempo em que o pouco bastava, o mundo seguiu em frente e levou o que mais gostava.

Tenho saudades de mim, daquela doce menina, mas a menina cresceu e nada é como antes.

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...