As saudades de viver no 34…

Olá amor…

Como estás?

Passei para dizer que tenho saudades tuas, e desse teu sorriso que é só meu. E que também tenho saudades de acordar ao teu lado todos os dias pelas cinco da tarde.

Contigo eu já nem sabia se almoçava ou jantava. Nem se adormecia pela hora de deitar ou levantar. Como me descontrolaste o coração, também descontrolaste o tempo, a todo o tempo, em tempos. Vivi um sonho em meia dúzia de meses, que acabaram por ser um vida inteira com dias contados. Infelizmente, tivemos que acordar!

Quero mais dias sem 24 horas, quero andar na rua de mão dada como se não existisse mais ninguém, quero noites de amor, quero que me mostres a cidade como se fosse a primeira vez, quero esquecer que apanhamos o comboio sem bilhete de volta..

O melhor, é que, com toda a certeza do mundo, tudo foi vivido com a pessoa certa ao qual lhe chamam “a tal”.

Tenho a sorte de dizer que em dias, me perdi de amores, e que deu na relação mais bonita do mundo. E quem duvidou do nosso amor, não imagina o quanto eu sou apaixonada por ti desde o primeiro dia.

Eu tenho tanto medo do teu passado, mas o que me assusta mais é um dia fazer parte dele.

Se me conseguiste tiraste do fundo, então tens de me levar altar!

Se te perco, perco o chão. E o meu chão és completamente tu.

Amo-te muito!

Vou pedir, para que a próxima, seja Entregue num futuro “34”.