As cartas de Isis!

Isis, nome de deusa independente e cheia de poder. Assim era ela, jovem, cabelos longos e uma autoconfiança de fazer inveja a qualquer um.

Era uma viajante em seus pensamentos. Nunca estava satisfeita por muito tempo, sempre queria mais da vida, do mundo, das pessoas…

Gostava de música clássica, um bom livro, e um vinho para acompanhar. Nada melhor do que essa combinação para relaxar. Culta, indelicada e dinâmica, era isso que a descrevia todos os dias. Mas havia dias em que era apaixonada, outros insensível, tanto que chegava a ser bem vingativa e calculista.

Era difícil entrar na sua mente, no seu coração… e o que dizer da alma dela? Bom, se os olhos são a janela da alma poderíamos observa-los durante segundos, ou horas, que nunca iriamos enxergar nada além de cortinas variadas. Se ela tinha um dom, o dom era esse, transmitir apenas o que quer e quando quer.

Bom, acho que não precisam saber mais… por agora.