Arrisca pelo menos uma vez!

Encontra. Encontra a tua personalidade e o teu complemento. Não temas a descoberta nem os sentimentos. Arrisca pelo menos uma vez, vai às cegas e perde-te no infinito das possibilidades. Sê o teu amor-próprio e o amor que dás.

Não guardes as emoções só para ti. Sorri através dos olhos em resposta aos olhos que te sorriem e que tu adoras. Vais perceber o que é especial e não vais querer largar o especial. Vais sempre querer estar perto e vais sempre sentir saudades no mais pequeno afastamento.

A tua concentração diminuirá porque o pensamento dá sempre a escapadela para te lembrar da tal pessoa. Mas não te preocupes, nem com isto, nem com nada. Será uma fase confusa, de perguntas sem respostas e de uma ingenuidade como a que nunca revelaste. Não vais querer saber de nada, nem querer fazer mais nada. Vais irritar os que convivem contigo por causa da tua boa disposição constante e apesar de não conseguires ter um raciocínio claro durante estes momentos, no futuro vais lembrar-te do quão feliz tu foste durante a inocência desta paixão.

Nunca poderás voltar a ser o mesmo. Há simplesmente momentos que te mudarão para sempre. E ao tanto procurares para encontrares, nunca encontrarás nada melhor. É uma unicidade muito particular aquela que encontras. Porque os momentos que te mudarão para sempre são aqueles que vives com alguém inesquecível. Viverás feliz, num mundo de paixões onde a única regra é a felicidade partilhada.

Uma inocência pura, de toda a maldade perdida. Limpas a mente ao ignorar o desagradável. Tudo é mágico apesar de não haver magia. Encontras-te constantemente enfeitiçado. Não importa o quão duro possas ser, haverá sempre um amor capaz de te sensibilizar. Dependes de ti para o tornar real. Para largar o orgulho. Se queres algo, tens de lutar por ele. E nenhuma luta é tão requerida, como a de lutares por algo tão verdadeiro e tão bom que te incapacita de encontrar definições.

Ama-te, ama tudo. Ama a felicidade. Liberta a tua visão. Desprende-te do egoísmo. Descobre a vida e a alegria. O teu complemento…