Anorexia!

Olá diário,

Há pouco tempo que comecei a lutar comigo própria e hoje foi um exemplo disso. Cheguei a casa e fui logo tomar a vitamina antes do almoço para quando fosse comer,ingerir uma quantidade maior de comida do que o costume que ingiro.

Ao almoço comi um prato cheio de comida e ainda comi uma peça de fruta. O melhor disso, é que não senti o meu estômago cheio, ou seja, as vitaminas estão a fazer efeito. Fiquei tão FELIZ, pois costumava comer uma quantidade pequena de alimentos porque acabava por ficar empanturrada e desconfortável. E ao almoço isso não aconteceu! Passadas duas horas, fui comer uma tigela com uma grande quantidade de papa própria (que ajuda a engordar).

Contudo, quase ao fim, senti o meu estômago cheio e a ficar muito mal disposta. Tive que conter a dor e fazer um esforço enorme para comer o resto, mesmo que no final desse vontade de vomitar, que felizmente não aconteceu.Custou-me tanto estar a esforçar o estômago e receio de vomitar tudo.

Tenho receio de não conseguir o meu objetivo e continuar anoréxica para sempre, sem auto-estima, sem esperanças, sem nada…

Não sei se sou a única ou das únicas pessoas que estão a passar o mesmo problema que eu. No dia a dia, vejo raparigas jovens que estão anoréxicas, mas acham-se gordas e vomitam o que comem. Pessoas que tentam emagrecer e não conseguem. Há pessoas que pensam que é mais fácil engordar do que emagrecer, outras pensam o contrário, tipo EU.

Já reparei que a maioria das pessoas nunca estão felizes com o seu corpo, preferem sempre ter um corpo perfeito. Eu penso nisso, e creio que tenham motivos para terem essa opinião, tais como, serem demasiado gordas, demasiado magras, terem celulite, não terem aquelas curvas do corpo que desejavam ter.

E o meu motivo é ser demasiado magra para a minha altura e idade. Pois pesar menos de 40 kg para uma rapariga de 20 anos, para mim é péssimo. Muitas pessoas hoje em dia reagem aos seus problemas que têm, mutilarem-se, suicidando-se,  isolando-se,tomarem drogas, fumar, beber álcool, ingerir demasiada comida, ingerir doces, perda de apetite..No meu caso, me isolo, não tenho apetite,se bem que, quando era mais nova, deu vontade de me mutilar, mas não o fiz, porque entendi que não era assim que se iria resolver os meus problemas.

Pessoas que sofrem muito como eu por razões que referi anteriormente, precisam de pessoas que acreditem em nós, que nos apoiem, que nos ajude a ultrapassar o nosso problema, mostrar que nós somos capazes e que precisamos acreditar em nós próprios.
Tenho uma confissão a fazer-te diário…

Como sabes, sou anoréxica e tenho vergonha do meu corpo. Confesso que para não me sentir tão magra, visto duas leggins por baixo das calças e é quando não é também collans a acompanhar com as essas mesmas. Faço  isso para parecer mais gorda nas pernas, e sentir-me mais confortável. Sei que é um pouco fora do comum, mas só assim consigo me sentir um pouco bem quando uso tudo isso por de baixo das calças.

E porque também as calças me ficam largas, mesmo elas sendo o Nº 32… Sinto tanta vergonha…No verão, também o faço, mesmo sentido calor. Quando vou à praia não gosto muito ficar apenas em bikini, porque já sei como as pessoas, olham e comentam…E não me sinto confortável com isso e estar de bikini.

Quero tanto puder usar calções, vestidos, saias, usar apenas calças, quero tanto… Olho para o corpo das raparigas que têm o corpo bonito e fico pensando “Quem me dera ter um corpo assim bonito”. Quero puder chegar a este verão e puder usar qualquer vestuário sem ter que me preocupar com o meu corpo, com o que vão dizer ou pensar…

Espero que todo este esforço que tenho estado a fazer a algum tempo que valha a pena…

PORSoraia Rocha
Partilhar é cuidar!