Amor…

Acho que talvez simplesmente não saiba nada, talvez não compreenda, talvez não concorde…

Todos tentamos encontrar alguma definição e respostas a este sentimento tão estranho ao qual chamam amor. Será amar pôr a felicidade de outra pessoa à frente da nossa ou isso apenas é uma definição demasiado altruísta e não passe de uma frase bonita? Como é que se o amor é correspondido é capaz de fazer sofrer tanto? Como é que se alguém ama e sabe que tem o coração dessa pessoa que a ama na mão e mesmo assim opta por despedaçá-lo? E haverá pessoas certas na altura errada ou pessoas erradas na altura certa? E se amar é algo bom como podemos chegar a um momento em que seja só dor? Algo poderá parecer amor mas não sê-lo realmente? Talvez sejam mentalidades diferentes mas se o sentimento é mútuo como é que um sofre e o outro supera? Se os momentos são tão bons e se vê um futuro como é possível virar costas a isso? Como é que promessas e planos são esquecidos numa questão de segundos? Como é possível se realmente amamos alguém e queremos estar com essa pessoa, dar-lhe carinho e protegê-la, mas simplesmente virar-lhe costas e ignorar estes sentimentos todos? Será possível amarmos alguém que dá tudo por nós e quando ela precisa de nós abandoná-la? Dá para amar alguém e não o demonstrar ou até demonstrar o oposto?

Talvez sejam muitas perguntas sem resposta, talvez a única coisa que conseguimos é dizer aquilo que gostaríamos…

E talvez isso seja que lutem por nós, que se somos amados que não sejamos abandonados, que se sabem que algo nos vai destruir e têm escolha que cuidem de nós, que demonstrem que nos amam, que simplesmente não nos excluam da sua vida, que por muito difícil que seja nos mandem mensagem, liguem, procurem e apareçam, que vão atrás…

No fim talvez seja apenas a dor a falar, mas custa ser abandonado quando precisamos de alguém que quando precisou nos teve sempre lá…

Talvez….