Amor…amar…amando….sendo amado….

Como ouvimos essas palavras por diversas vezes em nossas vidas,quando nascemos ouvimos de nossos país,claro que nem sequer temos consciência mas já nos faz muito bem,sermos amados por nossos pais,é uma dádiva divina,temos ali a nossa mãe linda que vê em nós o melhor dela,depois ouvimos a palavra amor de alguns amigos na escola,aqueles amiguinhos que não queremos desgrudar mais,e aí começamos nos desprender um pouco de nossos pais,pois o mais interessante é aqueles amiguinhos, mas encontramos em nossos pais o amor profundo,o amor de cuidado.

Depois na adolescência encontramos um “amor” é aquela pessoa que faz o nosso estômago ter vida própria, existe uma inversão dentro de nós, o coração dispara,o estômago… Ah o estômago ele entrega quando estamos apaixonados, parece que tem borboletas dentro dele,e o nosso cérebro, parece não funcionar mais.

Isso é incrível, porque o nosso primeiro amor,é sempre aquele com uma pessoa que por vezes não tem nada a ver com a gente,mas é assim que começamos a dar outro sentido a palavra a amor,no entanto o tempo passa,e vamos nos apaixonando por outras pessoas,ouvimos a palavra amor com mais frequência.

Acredito que nesse século a palavra amor está um pouco banalizada,vemos casais de namorados dizendo eu te amo hoje,e no outro dia posta no Facebook que quando alguém sai de sua vida é livramento, como é triste isso,eu aprendi que cada pessoa que passa por nossa vida,leva um pouco de nós,e deixa um pouquinho de si,eu mesma levo em mim um pouquinho de muita gente,amores em forma de amigo,amores em forma de namorado,pessoas que passei um dia inteiro e pessoas que passei anos junto,mas cada uma dessas pessoas me ensinou algo sobre o amor,e espero ter ensinado também,mas sabe chega uma hora por volta dos seus 20 e tantos anos que o seu coração quer sossegar,aquele momento que você descobre que não importa quanto ame seus pais,pois nunca será o suficiente,pois eles na real te atura até hoje,e é nessa hora que você quer um “amor pra vida toda”.

Você se pega pensando em todos os relacionamentos que teve,e vê que aprendeu o suficiente pra amar alguém ,aquele alguém pra vida toda,aí você não sai mais a procura,você sossega na vida,e espera ele chegar,e sim,parece história de conto de fadas,mas não é, esse amor existe,esse alguém vai chegar na sua vida,assim como chegou na minha,por experiência posso dizer que vale a pena,claro que não direi “vale a pena esperar” acredito que esse título é para as pessoas que tem medo de se arriscar na vida,gosto mais da frase”vale a pena viver”eu sou feliz por todos os “amores” que vive,pois hoje dou valor a quem tenho do meu lado,um amor que não te crítica pelo seu passado e te apoia com seus sonhos para o futuro.

Esse é o amor que tenho vivido,pois aprenda, quem te ama te faz chorar,afinal não nascemos perfeitos,mas saiba por quem vale a pena chorar,o amor nos completa de tal forma que não sentimos vontade de olhar/cobiçar outra pessoa,pois aquele que você escolheu é bem melhor,você o admira tanto,que não vê como outra pessoa poderá ser tão bom quanto essa pessoa é,saiba também que é fácil amar quando estão na melhor parte do relacionamento,mas amara é dizer um “eu te amo” no meio daquela briga que você está sendo a criticada,porque o amor tira as nossas armas,ele nos preenche do que é bom,do que é belo,eu quero viver o amor de verdade,o amor que não é perfeito,mas continua sendo o amor,e acredito que me perdi um pouco em meio as palavras,afinal esse é um dos meus amores,mas siga os conselhos de quem nunca desistiu do amor e nunca desistiu de amar.

PORCamila Luiza
Partilhar é cuidar!

RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...