Amor a uma farda!

Quando a vesti pela primeira vez
Ainda era um jovem iludido,
As miúdas paravam a olhar para mim
E eu ficava todo envaidecido .

 

Depois conheci o amor da minha vida
E soube que era com ela que eu iria casar,
Mas a farda continuei a vestir,
Pois esta também era uma paixão de arrasar .

 

Tive a felicidade de ser pai
E agora tenho uma família para alimentar,
Mais uma razão para vestir esta farda ,
A minha família tenho que sustentar !

 

Esta farda também me trouxe dilemas
E deixou cicatrizes profundas no meu coração .
Arrependo-me de algumas coisas …
Mas não tive outra escolha perante a situação .

 

Não sei se sou eu que visto a farda,
Ou se é ela que me veste e complementa,
É uma segunda pele que me dá força,
É uma Honra vestir esta vestimenta !

 

 

Já nem sei escolher e comprar roupa
É tão mais fácil a farda vestir .
Sempre Pronto ! Sempre Alerta !
E sem medo de um dia partir .

 

Por esta farda eu dou a minha vida
Para proteger um irmão ou um camarada ,
PERDOEM-ME  família  mas tem que ser assim
Eu tenho um “ pacto” com a minha farda .

 

E quando um dia fechar os olhos
Não me vistam um fato bonito e vistoso !
Quero a minha farda mesmo que esteja desbotada ,
E aí partirei em paz e da minha vida orgulhoso !

 

(Foto : Orlando Brito)


PELA WEB

Loading...