Amadurecimento do coração…

Por muito tempo mantive relacionamentos totalmente desfasados por medo de acabar sozinho. Saia constantemente de um namoro para outro pelo simples fato de acreditar que para eu estar feliz precisava ter uma companheira ao meu lado, alguém que eu pudesse chamar de “minha”. Talvez isso fosses carência ou medo da solidão.

Depositei minha felicidade em terceiros, porém tentativas sem chance de êxito, quebrei a cara e me decepcionei inúmeras vezes, não porque acabei me apegando realmente a alguém, mas sim porque as coisas nunca saiam como o planejado, e ninguém nunca conseguiu me proporcionar alegria verdadeira. Já colecionei corações, dos quais muitos foram quebrados por minha causa, já iludi bastante também, não me orgulho nem um pouco disso admito, mas com toda certeza a maior, e provavelmente pior, de todas as ilusões foi a que causei a mim mesmo achando que outra pessoa teria o dom de me fazer feliz.

Todas essas coisas serviram para abrir meus olhos e ver que minha felicidade depende exclusivamente de mim, e o que me faltava era amor próprio e não amor dos outros.

Aceitar-me primeiramente, amar minhas qualidades e defeitos também porque ninguém nunca fará isso por mim. Aprender a ser um ótimo ímpar, pra quem sabe ser um bom par. Entender que eu não preciso de alguém que me complete, e sim que eu devo me completar para achar alguém que me transborde. E principalmente compreender que a única pessoa que pode me fazer feliz sou eu.

PORVictor Henrique
Partilhar é cuidar!

RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...