Agradecimento!

Já la vai muito tempo desde a nossa ultima conversa e ao fim desde tempo todo percebi que por mais coisas que eu faça ou que eu diga, não vale a pena. É como se fosse insuficiente. Como se eu tivesse sido sempre insuficiente.

Penso muitas vezes se alguma vez para ti cheguei a ser suficiente, mas não consigo encontrar respostas.

Por ti eu era capaz de tudo, podes não acreditar, mas era! Infelizmente o meu tudo para ti era insuficiente.

Não posso deixar de te agradecer por o que fizeste por mim, e pelo que me tornaste. Sim, é graças a ti que estou a escrever isto. Por isso Obrigado!

Agradeço-te por me teres mostrado que todos erramos ao tentar, que somos todos imperfeitos, que temos todos falhas e que é preciso saber perdoar! E isso foi uma qualidade que me pudeste transmitir.

Iria-te pedir para nunca me esqueceres, mas acho isso impossível e que possivelmente já nem sabes que existo, mas sabes? Eu ainda te acho muito especial! Mas quanto a isso não vou “correr” mais atrás. Tu fizeste-me ver da pior maneira isso. Que já não valia apenas e se tu achas que não… Eu já não era ninguém para o contrariar quando tomaste essa decisão.

Eu sei que estraguei tudo e que ainda sinto a tua falta e que faria qualquer coisa para mudar esse teu pensamento.

Estive muito tempo de joelhos à espera do teu perdão! Muito tempo mesmo. Até que percebi que a vida é demasiado bonita para se estar à espera de um perdão que nunca virá… Por isso, decidi não estar mais preso ao passado e seguir a minha vida.

A vida está cheia de oportunidades e cheia de pessoas que só querem ajudar a que os dias cinzentos fiquem cheios de cor.

Agora, só quero que sejas feliz, já que foste para longe. E espero que talvez um dia ainda voltes para mim.

PORDaniel Silva
Partilhar é cuidar!