Acorda!

Acorda! É hora de acordar! Olha à tua volta, olha o que estás a perder. Já chega de melancolias e dramas, de reclamações e de “porquês”. Não estás cansado disso? Achas que isso é solução?

O tempo não para e a vida não espera por ti, por isso abre os olhos para o mundo. Lembra-te que tudo é efémero, nada dura para sempre nem mesmo tu és eterno. As horas, os minutos e os segundos esgotam-se, os dias acabam e as oportunidades passam. E essa tristeza também vai passar, essa tempestade vai desaparecer para dar lugar a um arco-íris.

Não te deixes abater por esses pensamentos negativos, não deixes que eles te roubem a vida. Não percas o mundo com essa agonia que te prende. Liberta-te dessas correntes de sofrimento. Enquanto estás perdido com os teus pensamentos, a vida lá fora passa e tu ficas parado no tempo.

Se precisares de chorar, chora! Chora até as tuas lágrimas acabarem. Se tiveres vontade de gritar, grita! Grita bem alto e bem forte, até que percas a voz. Se sentires raiva, descarrega toda essa fúria até ficares sem força. Mas, depois disso, vais acordar e vais viver! A vida começa fora da porta da tua casa, longe da tua zona de conforto. Sai e aventura-te lá fora, aí sim é onde começa a vida. Portanto, estás à espera de quê?

Não é fácil, mas se fosse valeria a pena? É claro que não! O que vem fácil também vai embora facilmente. As grandes conquistas são aquelas que provêm de sacrifícios e de grandes lutas. E a felicidade vem como um troféu dessa batalha.

Às vezes o caminho pode parecer assustador e incerto, mas é nos labirintos da vida que descobrimos o nosso rumo. Eu sei que tens medo, mas és mais forte que isso. Se caíres, levanta-te e ergue a cabeça! Porque o mundo continua a girar, o sol continua a brilhar e tu continuas a viver.

Por vezes precisas de te perder para te encontrares. Encontrares aquilo que desejas, aquilo que te faz feliz e para encontrares quem realmente és.