Acabou, assim como a chuva de verão, marcou, inundou, mas mesmo assim passou!

Hoje tive uma visão, o carro partindo, eu estava no banco de trás, você, do lado de fora da janela, acenava chorando.

Esse era o destino desde o princípio, mas eu tentei não enxergar, porquê era tudo tão lindo que não queria estragar, mas acabou, assim como a chuva de verão, marcou, inundou, mas mesmo assim passou! Amar não é a única coisa grandiosa que existe, sabe? Há pequenas doses de alegria diariamente. Então, não pense que ficarei um ano deitada em posição fetal, lembrando dos maravilhosos momentos que tivemos, enquanto me encho de açúcar.

Talvez isso aconteça na primeira semana, no primeiro mês ainda vou sentir saudade, mas depois disso já vou poder paquerar de novo, mesmo não sabendo mais como fazer isso, vou sorrir torto e o rapaz da mesa ao lado não vai entender o motivo, vou me fingir de interessada só para transar na primeira noite, mesmo sabendo que não é preciso muito.

Vou voltar a estaca zero, vou dançar sozinha e beber todas, vou ler um livro no sábado a noite se estiver frio ou mesmo fazendo 30 graus, se for de minha vontade, vou fazer maratona de séries, vou escrever milhões de versos que não serão vistos, e vou cozinhar só para mim.

Vou lembrar de você como aquele amor de adolescente, que foi realmente, aquele primeiro que parece ser o último. Vou lembrar de ti como a pessoa que me fez mais tolerante, e também a que mostrou a hora de não tolerar mais, a pessoa que me ensinou o que é sexo depois que perdi a virgindade, a fase que mais briguei com meus pais, vou me lembrar de você como a melhor  coisa da minha fase de experiências.

Você foi o motivo de eu me perder, mas quando te deixei, você também foi o motivo de eu me reencontrar.

PORLuciane
Partilhar é cuidar!