A vida não é um conto de fadas…

O mundo foi criado para que houvesse natureza, para que houvesse vida. Tu fazes parte dessa vida, tiveste a oportunidade de ser autorizado a viver. Pensa no milhão de pessoas que podiam ter nascido em vez de ti, por algum motivo estás cá TU.

Mas nem sempre nasces para ter um percurso dos contos de fadas. Toda a gente pensa que a vida está muito bem idealizada. Um ser humano nasce e é tratado como uma flor de estufa; mentira! Existe muita gente que abandona os filhos, existe muita gente que os mal tratada e inclusive muita gente que os mata.

Depois do ser humano ser cuidado e acarinhado acaba por crescer saudável e feliz. Torna-se numa criança que adora conhecer o mundo e vai para um infantário para ter a chance de obter o que é chamado de “AMIGOS”; mentira!

Quantas crianças crescem doentes e passam tanto tempo no hospital que nem têm oportunidade de conhecer um baloiço partilhando-o com outra criança? Quantas crianças são rejeitadas por outras e não têm a oportunidade de ter companhia para descobrir o mundo?

O ser humano cresce mais um pouco e vai para a escola, onde aprende, faz amigos para aprenderem juntos e viverem experiências que mais tarde pode recordar; mentira!

Há tanta gente que não teve a chance de aprender e que agora é analfabeta. Há tanta gente que não tem condições para estar numa escola e que é privado do direito à educação.

Depois chega-se àquela parte da vida que parece que tudo se vive com intensidade. Onde se sente o amor, o ódio, a vitória, a perda, o sucesso, o fracasso…

Talvez eu pudesse continuar a descrever a vida idealizada pelas pessoas, mas para quê? Não existe um livro onde está escrito que és obrigado a viver assim.

Nunca penses em acabar com a tua vida, há quem desse tudo para a ter. Há quem gostava de estar vivo. Há quem pensasse o mesmo que tu e agora que não pode voltar atrás arrependesse porque já nem vida no seu corpo tem.

PORACS
Partilhar é cuidar!