A Última Noite!

Aquela noite! Aquela noite em que voltamos a ser um só. A pele nua e os corpos entrelaçados, os olhares penetrantes, o calor dos lábios que não escondiam a paixão que nos arrebatava. Voltei a sentir o amor em cada ato, em cada gesto, em cada palavra. Estava entregue a ti de corpo e alma, eu era tua e tu eras meu.

Deitado ao meu lado, sorrias-me como se me visses pela primeira vez e envolvias-me no teu corpo quente. E nos teus braços senti a felicidade e a eternidade daquele momento, o tempo parou e aquela noite parecia durar para sempre.

Nunca iria imaginar que seria a última noite. Foi o último beijo, o último olhar, o último abraço, o último momento de paixão. Foi uma despedida sem saber, onde o adeus ficou por dizer. Tantas palavras que ficaram por proferir… Tanto carinho que ainda havia para dar… Tanto amor que ainda restava. Foi uma última vez para nós, para o nosso amor.

Não me resta mais nada daquela noite, só estas imagens na minha mente, que ao adormecer me levam de volta no tempo. De ti, nada mais tenho e de nós, nada mais sobrou. Trago dentro do meu peito a dor da saudade e na mente vagueia a tua imagem que me faz chorar.

Malditas memórias, malditos pensamentos, maldito amor que nos faz sofrer tanto.

Esta dor que sinto é o preço a pagar por ter vivido momentos inesquecíveis. É o preço a pagar por ter amado e ter sido amada. É o preço a pagar por te ter magoado, por ter matado o único sentimento que nos restava.

Estou sozinha e mereço. Sozinha e ao mesmo tempo acompanhada pelas lembranças que restaram de ti. E a cada dia vou tentando esquecer a última noite… A última imagem que tenho de ti… E vou tentando disfarçar a dor de te ver partir.


PELA WEB

Loading...