A ti que dormes no quarto ao lado!

Nos 18 anos de vida que conto foste sempre o homem da minha vida, foste o único que esteve comigo desde o primeiro dia, que não só me viu crescer mas que cresceu comigo. És sempre aquele que me faz companhia nos lanches, almoços e casamentos em que nenhum de nós conhece mais ninguém.

Como acontece em todos os casos, tivemos as nossas fases, a da infância em que nem sabemos bem o que sentíamos, ou até se eramos capazes de sentir alguma coisa pois nem nos lembramos. Mas o que nos fazia rir, em plena inocência, tanto era uma birra como um jogo que fazíamos juntos porque andávamos sempre lado a lado, onde um ia o outro tinha que ir.

Depois veio a temível fase da adolescência em que cada um tinha que se afirmar perante toda a gente e em que as ideias eram tão opostas que dizíamos até o que nem sentimos, era como o gato e o rato. Tenho a ideia que foi a nossa pior fase, em que mais discutimos e menos falávamos, quase nos odiávamos mas o que é incrível é que fazias questão de nunca deixar que alguma coisa me acontecesse, não fosses tu daqueles que assustava os meus namorados … sempre a ideia que sou a criança da família.

E agora que tanta coisa mudou na vida de ambos estamos na nossa melhor fase, em que cada um tem agora o seu caminho e que mesmo assim, mesmo com pisaduras, feridas e arranhões, fossem eles danos físicos ou até mesmo psicológicos, estamos finalmente bem, naquela fase em que sabemos que nos temos como desde o dia em que eu nasci até o que dizem ser para sempre, porque por muito que aconteça ou até que não queiramos somos sempre um do outro.

Não sei se algum dia isto te vai chegar ao olhos, ou até se algum dia me imaginavas capaz de escrever para ti, mas sim, mais do que ninguém mereces porque me conheces como só tu o podias fazer, porque estás sempre à distância de um telefonema e sempre disponível para mim, para a tua pequena.

Ainda que não chegue aqui fica a minha demonstração mais sincera do quanto eu gosto de ti, mesmo não o dizendo, do orgulho que tenho em ter alguém como tu e que mesmo que eu não tenha escolhido foi-me dado um alguém que eu sei que muito mais que eu é um coração de manteiga e um senhor de si.

Independentemente do que o futuro nos traga a nós enquanto pessoas ou que nos dê enquanto irmãos sei que vamos estar sempre juntos e que estas palavras mesmo não chegando ou nunca remetendo a verdade total de um sentimento, obrigada por tudo.

PORSimple Soul
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...