A minha indecisão…

Mata-me esta indecisão. Até podia estar a falar de ti, mas a verdade é que nem sei o que te vai na cabeça. Agora que falo nisso, não faço mesmo ideia em que estás a pensar. Mas gostava que fosse em mim, só para variar . Voltando ao assunto. Mata-me esta indecisão.

Esta minha indecisão. De não saber o que quero, não saber o que sinto, não saber quando quero nem saber até quando o quero. Li algures num livro, que para curar a indecisão bastava um beijo. Então tentei, e beijei-te mas como já era de prever não resultou, aliás até pode ter resultado mas para ti , porque eu continuo na mesma.

Ouvi um dia destes, que para curar a indecisão bastava uma simples conversa, daquelas que duram horas. E então , ontem à noite estivemos ao telefone por horas infinitas, que até perdi a noção das horas, dos dias.. mas adivinha lá ? continuo na mesma. Vi também , um estudo onde diziam que a melhor cura, realmente era dar espaço, era dar tempo ao tempo.

E mais uma vez eu tentei. Mas desta vez não foi o resultado que deu em nada. Desta vez foi a tentativa que não deu em nada. Porque eu simplesmente, não consigo. Não consigo dar-nos espaço quando tudo o que quero é estar perto de ti . Não consigo dar-nos tempo porque todo o meu tempo eu já to dou a ti, embora tu não saibas, ou finges que não sabes.

PORA Imperfeita
Partilhar é cuidar!