A Amante

Só, mas sempre acompanhada. Esta sou eu, a que grita em silêncio. A que não bate o pé por não existir chão. Esta sou eu, desejada por vários gostos, tomada por poucos sentimentos ou emoções.

Caminho sobre as nuvens, pois se cair, a pancada é fraca.
Não tenho direção… sem muito por onde escolher, vou embalada pelo movimento do vento e a agitação do mar… com o desejo e a vontade somente de noites de prazer.

Esta sou eu e muitas mais, que pisamos o solo inimigo. Que vejo a lua acompanhada, mas quando nasce o sol , vejo eu e 7 biliões.

Tocou-me o segundo prémio, pois o primeiro lugar já está ocupado.
Eu sei que nesses olhos, passa prazer, vontade, mimo, adrenalina, paixão, carinho…Mas a verdade é que não sou mais do que um desvio nessa viagem na qual já tens destino.

PORAna Almeida
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...