7 Diferentes Doenças Explicadas Através De Lápis!!

Mike Stefanini é um artista francês que finge ser americano desde 2000 (segundo o mesmo) e que encontrou na arte digital uma forma de conseguir concretizar o seu sonho – ganhar dinheiro suficiente para se tornar americano, comer apenas fast food e ter carros altamente poluentes (mais uma vez – segundo o mesmo)

Como nem sempre é fácil explicarmos na prática como são algumas doenças e o que elas provocam, Mike encontrou um forma simples e genial de explicar as mesmas utilizando apenas o desenho de lápis.

Nesta imagem vais ver 7 doenças bem conhecidas:

as-diferentes-doencas-explicadas-atraves-de-lapis

Para que percebam melhor, eu explico:

            • Neurastenia –  termo utilizado para denotar uma condição com sintomas de fadiga, ansiedade, dor de cabeça, palpitações cardíacas, pressão arterial elevada, neuralgia e humor deprimido
            • Esquizofrenia – distúrbio mental que pode originar alucinações, delírios, dificultando a distinção do que é real e do que é imaginário.
            • Hipocondría – estado psíquico em que a pessoa tem a crença infundada de que padece de uma doença grave, mesmo quando não existe qualquer evidência médica que justifique a preocupação.
            • Piromania – desejo mórbido e incontrolável de provocar incêndios, queimar ou atear fogo às coisas.
            • Anorexia – distúrbio alimentar caracterizado por peso abaixo do normal, receio de ganhar peso, uma vontade intensa de ser magro e restrições alimentares que pode originar outro tipo de complicações, como infertilidade, osteoporose e problemas cardíacos.
Vê também:12 Doenças Tão Estranhas Que Se As Visses Ao Vivo Poderias Até Vomitar!!
          • Mitomania – transtorno psicológico que leva a pessoa a mentir compulsivamente.
          • Ansiedade – característica biológica do ser humano, que antecede momentos de perigo real ou imaginário que pode originar sensação de vazio no estômago, batimento cardíaco acelerado, medo intenso, aperto no tórax, transpiração. Pode tornar-se num transtorno de ansiedade caso se torne constante.
FONTEMike Stefanini
Partilhar é cuidar!