365 máscaras e mais uma!

Nuns dias tratas-me como se eu fosse o teu maior tesouro, noutros tratas como se fosse só mais uma pessoa que está pelo mundo e o que vem a seguir? Vais tratar-me como se fosse uma completa desconhecida?

Eu até iria ignorar se fosse uma coisa que acontece raramente, mas tu fazes isto sempre, como se estivéssemos presos dentro de um círculo gigante em constante rotação sem nenhuma saída para eu poder escapar, e quando eu encontro uma brecha o círculo já deu a volta e lá estás tu à minha frente a falar comigo como se nada tivesse acontecido e nem me tivesses ignorado na última vez que passaste por mim.

Então eu fraca como sou, coloco todas as barreiras que vou criando aos poucos a baixo e deixo tu entrares mais uma vez na minha vida. Quando isto tudo começou? Quando nos tornamos nisto? É como se todos os dias fosse a primeira vez que nos conhecemos e durante míseros segundos trocasse-mos meia dúzia de palavras e ficássemos por aí, como se nunca tivéssemos compartilhado sonhos e desejos um com o outro, como se os nossos corpos não se conhecessem e as nossas bocas nunca se tivessem encontrado.

Todos os dias tornas-te uma pessoa diferente comigo, quase como se tivesses uma máscara por cada dia somente para mim e outra para todas as restantes pessoas que nos rodeiam. Por vezes fecho os olhos com muita força, e espero que no momento que os abrir tu estejas ali à minha frente a sorrir e me digas que não passou tudo da minha imaginação, que foste e sempre serás o mesmo comigo, porém quando os abro de verdade sou atingida com a realidade.

Tu és uma pessoa com mil e uma personalidades, se eu te amo e te quero na minha vida tenho que aceitar que trazes contigo 365 máscaras e mais uma….